ANTÔNIO PRADO, FLORES DA CUNHA (2) - RS

JULHO 2012


ROTEIRO 1 - PORTO ALEGRE À ANTÔNIO PRADO

Saindo de Porto Alegre, para chegar a cidade mais italiana do Brasil (Antônio Prado), toma-se a BR 116, passando por Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, onde no Bairro Scharlau toma-se a esquerda no viaduto, entrando na RS 240, passando por Portão, e no pedágio onde é a bifurcação desta estrada com a RS 122, que leva a nossa cidade de destino, passamos ainda por São Sebastião do Caí, Bom Princípio, São Vendelino e continuando pela RS 122 chegamos ao Distrito de Nova Milano (pertencente ao Município de Farroupilha) , seis quilômentros depois a cidade de Farroupilha, depois Caxias do Sul, Flores da Cunha e finalmente Antônio Prado.
Outro acesso para Antônio Prado , basta seguir sempre pela BR 116 continuando sempre por esta estrada e passando pelas cidades de Novo Hamburgo, Estância velha, Ivoti, Dois Irmão, Morro Reuter, Picada Café, Nova Petrópolis, chegando a Caxias do Sul e tomando a RS 122, passando por Flores da Cunha e finalmente nosso destino.
Meio de Transporte: Automóvel. 
 
Restaurante na Estrada RS 122 - Município de São Sebastião do Caí

Vista da Cidade de Caxias do Sul, desde a RS 122


Vista da Cidade de Caxias do Sul, desde a RS 122


Estrada RS 122, no Município de Flores da Cunha


Vista das montanhas desde RS 122, ainda no Município de Flores da Cunha


Vista das montanhas desde RS 122, ainda no Município de Flores da Cunha


Vista das montanhas desde RS 122, ainda no Município de Flores da Cunha


Vista das montanhas desde RS 122, ainda no Município de Flores da Cunha


Vista das montanhas desde RS 122, ainda no Município de Flores da Cunha


Vista das montanhas desde RS 122, ainda no Município de Flores da Cunha


 Rio das Antas, limite entre Flores da Cunha e Antônio Prado


 Rio das Antas, limite entre Flores da Cunha e Antônio Prado


 Rio das Antas, limite entre Flores da Cunha e Antônio Prado


 Rio das Antas, limite entre Flores da Cunha e Antônio Prado


Ponte sobre o Rio das Antas, limite entre Flores da Cunha e Antônio Prado


Ao fundo casa típica italiana na RS 122


Pórtico de Entrada da Cidade de Antônio Prado (Benvenuti a Antônio Prado)


Casa antiga



O conjunto de casas históricas abaixo foram cenário do filme "O Quatrilho", indicado para o Oscar em 1995, baseado no livro obra homônimo de José Clemente Pozenato.
Antônio Prado possui o maior conjunto arquitetônico de casas coloniais italianas em madeira no Brasil tombadas pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). No total foram 46 casas tombadas, mas muitas outras poderiam entrar na lista também.


Casa ANTÔNIO BOCCHESE – Casa da Neni - 1910.


Casa PELEGRINO GRAZZIOTIN - 1920.


Casa RINA MARCANTÔNIO E JAQUES VALENTINO GRAZZIOTIN -1940.  


Casa LUCIANO ZANELLA - 1919 e 1920


Casa PEDRO RANZOLIN -1925.


Casa PIETRO ANTÔNIO GIUSEPPE GRAZZIOTIN -1910 e 1920.


Casa FRANCISCO GRAZZIOTIN -1930


Casa LUIZ SGARBI - 1914


Casa LUIZ SGARBI - 1914


Casa JOÃO GRAZZIOTIN -1914 e 1920


Casa GIOVANNI TERGOLINA - 1900.  


Casa GIOVANNI TERGOLINA - 1900.


Casa RIZZIERI TERGOLINA - 1920


Casa NAPOLEÃO DALLA ZEN - 1917


Avenida Valdomiro Bocchese, no Centro da Cidade


Placas indicativas  nomes de ruas (feitas em madeira)


Lambrequim (recortes de madeira e zinco decorados nas beiras das construções antigas),da Casa da Neni


Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus


Interior da Casa da Neni


Interior da Casa da Neni


Réplica de um Moinho na Praça Garibaldi


Réplica de um Moinho na Praça Garibaldi


Canhão antigo na Praça Garibaldi


Antiga tôrre da Igreja Matriz (construida em madeira, está situada atrás da Igreja)


Interior da Igreja Matriz


Interior da Igreja Matriz


Interior da Igreja Matriz


Interior da Igreja Matriz


Interior da Igreja Matriz


Praça Garibaldi 


Casa VI´TORIO FACCIOLI - 1896 e 1900 – Prefeitura Municipal.


Torre da antiga Igreja Matriz no Parque da Gruta Nossa Senhora de Lourdes


Gruta Nossa Senhora de Lourdes


Avenida Valdomiro Bocchese



A casa Dona Zilba, foi construída em 1896, e faz parte do centro histórico tombado pelo IPHAN. A casa abriga a história da família de Zilba Grazziotin, filha mais nova de imigrantes italianos. Esta, sempre fez questão de manter os móveis, objetos e documentos (fotos abaixo) de sua família a mais de um século, e desde 2011, todo este acervo esta disponível a visitação diariamente. Funciona no local também a Secretaria de Turismo. Fonte: www.antonioprado.com.br










Igreja Nossa Senhora de Fátima


Parreirais na RS 122



ROTEIRO 2 - ANTÔNIO PRADO À FLORES DA CUNHA


Saindo de Antônio Prado e voltando para Porto Alegre pela RS 122, passamos pela Cidade de Flores da Cunha , onde já vimos belas paisagens. Agora entrando na sede do município, podemos apreciar algumas paisagens urbanas além de apreciar o evento da Feira de Inverno que ocorre em junho ou julho na cidade.
Flores da Cunha , fica a 150 km de Porto Alegre,localizada  na Região dos Vinhedos ou conhecida também como Região da Uva e Vinho.  Nesta época realiza-se nesta cidade a Feira de Inverno e no verão a Festa Nacional da Vindima. No turismo religioso Flores da Cunha recebe para a Festa de Corpus Christi , com tapetes feitos de serragem colorida espalhados pela cidade. O município tem mais de 27.000 habitantes e tem uma altitude 710 metros acima do nível do mar. O primeiro nome do município era Nova Trento e em 1935 ganhou o nome atual em homenagem ao General Flores da Cunha. O Município se divide em três Distritos: Sede (Flores da Cunha, Mato Perso e Otávio Rocha). Foi colonizado por imigrantes italianos a partir de 1877.
Meio de Transporte: Automóvel. 



Avenida 25 de Julho, ao fundo a Torre da Igreja Matriz Nossa Senhora e Lourdes


Torre da Igreja Matriz Nossa Senhora e Lourdes


Torre da Igreja Matriz Nossa Senhora e Lourdes


Estátua de São José ao lado da Igreja 


Igreja Matriz Nossa Senhora e Lourdes


Igreja Matriz Nossa Senhora e Lourdes


Vista da Cidade


Coral na Feira de inverno


Galo (símbolo da Cidade) no Parque de Eventos da Cidade


Pórtico para RS 122, saída para Porto Alegre


Visite também a página 1 sobre Flores da Cunha neste mesmo blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário